A Entidade Reguladora Independente da Saúde (ERIS), o Instituto do Turismo de Cabo Verde (ITCV), a Delegacia de Saúde de Santa Catarina (DSSC), a Câmara Municipal de Santa Catarina (CMSC) e a Polícia Nacional (PN), realizaram de 09 a 12 de maio, ações de inspeção nos estabelecimentos de restauração sediados no município de Santa Catarina de Santiago.

No âmbito da sua competência de supervisão do setor alimentar, as ações de inspeção tiveram foco nos estabelecimentos de restauração alocados em unidades de alojamento turístico, com o objetivo de verificar o cumprimento das normas legais aplicáveis ao setor alimentar.

AÇÕES DE INSPEÇÃO:

Assim, foram efetuadas 11 ações de inspeção, todas em estabelecimentos classificados como alojamentos turísticos, sendo 09 com instalações de restauração em funcionamento. Das inspeções realizadas, houve necessidade de se fazer a suspensão da atividade de 03 estabelecimentos, devido a verificação de situações críticas de higiene e organização interna dos espaços onde se manipulam alimentos, ausência de água corrente, bem como a presença de pragas.

Ainda, neste quadro, foram emitidos 03 Autos de Medidas Corretivas imediatas, a serem implementadas pelos operadores económicos. As medidas corretivas visam colmatar as deficiências identificadas com relação à higiene e à organização dos estabelecimentos, à conservação de equipamentos e utensílios, aos sistemas de acesso a água potável, e ainda, às práticas de armazenagem dos alimentos.