A Entidade Reguladora Independente da Saúde (ERIS) e a Inspeção Geral das Pescas (IGP) realizaram ações de sensibilização em boas-práticas de higiene e processamento do pescado, destinadas aos pescadores, armadores de barcos de pesca, vendedeiras e demais manipuladores de pescado dos municípios da Praia, Santa Catarina e Tarrafal de Santiago.

Decorrida entre os dias 30 e 31 de maio, 02 e 03 de junho, a atividade teve como objetivo capacitar os participantes a adotarem as boas-práticas de higiene e processamento do pescado para servirem produtos de qualidade à população.

Durante a atividade, foram abordados temas específicos como a definição do pescado e sua contribuição para a economia do país, os requisitos de segurança e qualidade do pescado, assim como a legislação aplicável à atividade pesqueira: espécies proibidas, época de defeso.

Ainda, fez-se uma breve abordagem sobre as doenças transmitidas pelos alimentos (DTA), as formas de manipulação, conservação e armazenagem segura do pescado, a higiene dos manipuladores, equipamentos, utensílios e instalações/embarcações, as vantagens da aplicação das boas-práticas de higiene na manipulação do pescado, entre outras.

Refira-se que esta iniciativa enquadrou-se nas atividades de comemoração do Dia Mundial do Atum, celebrado a 02 de maio, contando com a colaboração das entidades locais, nomeadamente, as Câmaras Municipais de Santa Catarina, de Tarrafal de Santiago e da Praia, e a entidade gestora do cais de pesca da Praia (CV Ocean).

 


ARTIGO RELACIONADO:

02 de maio: Dia Mundial do Atum