No quadro da comemoração do Dia Mundial da Segurança Sanitária dos Alimentos (SSA), celebrado no dia 07 de junho de 2020, a Entidade Reguladora Independente da Saúde (ERIS), a Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Sotavento (CCISS), a representação da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Cabo Verde e a Associação para a Defesa do Consumidor (ADECO), reuniram-se com a imprensa para assinalar o tema da celebração: “Segurança Sanitária dos Alimentos: uma responsabilidade de todos”.

Na atividade, decorrida no dia 08 de junho de 2020, cada instituição apresentou o seu papel e desafios para a garantia da segurança sanitária dos alimentos.

Em representação da ERIS, a Administradora Executiva para o Setor Alimentar, Patrícia Miranda Alfama, referiu as atribuições da ERIS na regulação dos produtos alimentares, designadamente, a regulamentação, que inclui a criação dos requisitos técnicos que devem ser respeitados pelos operadores económicos; a supervisão, através de atividades de controlo oficial, ou seja, as inspeções a estabelecimentos do setor alimentar e a monitorização do mercado com recurso a análise de amostras dos géneros alimentícios comercializados; bem como a análise de risco no setor alimentar incluindo a gestão, a avaliação e a comunicação de risco na cadeia alimentar.

Em representação da CCISS, o Secretário Geral da Câmara de Comércio, José Luís Neves, realçou a importância da SSA, considerando esta essencial para a saúde pública, para o comércio, para a segurança e competitividade das empresas e da economia cabo-verdianas, tendo mencionando ainda, os diversos esforços da CCISS, enquanto entidade representativa dos Operadores Económicos, para promover a segurança sanitária dos alimentos.

Já o representante da ADECO, Lino Públio Monteiro, elencou as principais preocupações da Associação dos Consumidores no tocante à segurança sanitária dos alimentos, realçando a importância de se cumprir a legislação nacional, especialmente a lei de base do consumidor, para que os Consumidores tenham acesso a alimentos seguros, saudáveis e nutritivos.

Na sua intervenção, a representante da OMS, Ponto focal para a Promoção da Saúde, Edith Pereira, destacou o papel e esforços da OMS para integrar a segurança sanitária dos alimentos na agenda pública, tendo em vista reduzir o ônus das doenças transmitidas por alimentos em todo o mundo.

Artigos relacionados:

Junte-se à ERIS: celebre o Dia Mundial da Segurança Sanitária dos Alimentos